Como manter seu carro como novo por mais tempo

Dica de hoje é para você que quer saber como conservar seu carro sempre em bom estado!

Comece pela compra e Compre um bom carro
Não compre um carro apenas pela emoção. Ele será seu por alguns anos e necessitará de manutenção e troca de peças. Pesquise antes de comprar o que outro proprietários dizem sobre o carro e sua manutenção. Alguns carros ou SVUs costumam ter valor de manutenção mais caro que outros. Algumas vezes o custo é tão alto que o preço do veiculo despenca logo após a compra. Fique atento.

Siga corretamente o manual de revisões
Seja em nossa oficina ou na concessionária, todo veiculo vem com um manual que indica a quilometragem e itens a serem substituídos ou revisados. Alguns itens como correias e fluídos devem ter sua vida útil respeitada. Eventualmente a troca de uma correia dentada ou auxiliar, pode não ser extremamente barato devida a mão de obra envolvida, mas com certeza é muito mais barato do que os danos que as peças podem sofrer em caso de pane.

Manter um carro custa mais do que colocar combustível e trocar o óleo
Carros quebram sem a manutenção necessitam de manutenção. Tenha em mente que manter um carro sempre em ordem, requer pelo menos uma revisão anual.
Fazer revisões preventivas, evitam dores de cabeça e grandes orçamentos para trocar peças quebradas, como perder uma bomba de água por falta de manutenção e troca do fluído de arrefecimento. As vezes custos assustadores dependendo do modelo. Separar uma verba mensal pequena para realizar uma revisão anual programada, não vai pesar no seu orçamento.
Faça a lição de casa
Mesmo que de forma superficial, olhe o manual do veiculo. Além de saber o cronograma de manutenção, você ainda pode descobrir recursos no seu carro que você nem imaginava. Pode apostar. Conhecer um pouco do carro, ajuda identificar pontos que requerem atenção no seu veiculo.

Fique atento a qualquer coisa fora do comum
Barulhos, sons estranhos, cheiros, fluídos vazando ou baixando de nível, luzes de alerta ou qualquer coisa fora do comum. Leve o veículo para checagem, seja na concessionária ou até na oficina da sua região. Não aceite respostas do tipo “é normal”. Você dirige o carro e sabe que a “novidade” não é normal. Por isso é importante manter uma relação com sua oficina e entregar o veiculo a profissionais que vão dedicar o tempo necessário para diagnosticar e solucionar o problema. Muitas vezes recebemos carros que estão fazendo “barulho aqui ou alí”, o dono vem apenas com essa informação. Muitas vezes, um reajuste no aperto de partes da suspensão pode sanar 100% dos problema. O custo disso? Zero. Em nossa oficina realizamos apenas serviços necessários e sempre sobre a supervisão do dono do veículo.

Peça para um amigo dar uma volta no seu carro
A cada 2 ou 3 meses, peça para um amigo dar uma pequena volta no seu carro. Apenas problemas aparecem e vão crescendo gradualmente de forma que o motorista não os perceba até que tudo esteja realmente crítico. Durante o percurso no banco do motorista, você pode aproveitar para prestar mais atenção em pontos que dirigindo você não repara.

Quebrou? Arrume o quanto antes.
Pequenos acidentes, partes do estofamento, lampadas, limpadores, vidros e etc. Não permita que pequenos problemas se acumulem em seu carro. Isso não só deprecia o mesmo, como coloca em risco sua segurança e de outros ao redor.

Use peças de qualidade
Existem peças que requerem trocas frequentes como filtros e outras que duram centenas de quilômetros. Em ambos os casos, empregue apenas peças novas e de qualidade. Economizar em um amortecedor que é trocado a cada 30 ou 40km por peças de baixa qualidade ou remanufaturadas, não vale o risco. Peças de segunda linha tendem a duram menos do que originais, ocasionando custo com mao de abra para sua substituição. A sugestão é avaliar com calma e fazer o investimento seguro.

Mantenha o seu carro limpo
A pintura não apenas faz com que seu carro fique bonito, mas também funciona como uma camada protetora para carroceria.

Dirija gentilmente

Para finalizar este post, uma dica simples mas muito eficiente. Dirija de maneira gentil, devagar, sem acelerações ou freadas bruscas. Evite buracos e sempre passe de frente por lombadas e saliências. Distribua o peso entre os amortecedores.

  • Compartilhe